O problema    
A solução
 
Uma boa gestão ambiental exige informação robusta quer sobre o ambiente marinho (ex.: parâmetros físico-químicos, distribuição e abundância de espécies, batimetria, cartografia das zonas costeiras) quer sobre atividades marítimas (ex.: pesca, extração de inertes, áreas marinhas protegidas, navegação, transporte marítimo).
 
Em Portugal, diversas entidades públicas e privadas de diferentes áreas de atividade ligadas ao mar recolhem dados marinhos. No entanto, cada entidade recolhe os dados específicos que necessita através das suas próprias metodologias e, geralmente, sem conhecimento do tipo de dados que são recolhidos por outras entidades. Esta desarticulação entre entidades conduz a uma duplicação de esforços na recolha e processamento de dados e torna difícil saber que dados realmente existem e onde se encontram.
   
O projeto SNIMar irá desenvolver uma solução tecnológica (um geoportal) que permita centralizar informação sobre o ambiente marinho que as diversas entidades possuem. O geoportal SNIMar vai assim facilitar a partilha, a pesquisa e o acesso aos dados, o que irá rentabilizar o esforço despendido por cada instituição na recolha de dados e contribuir para o avanço das ciências marinhas.
 
O geoportal SNIMar será uma infraestrutura temática do Sistema Nacional de Informação Geográfica (SNIG), que é coordenada pela Direção Geral do Território. Em conformidade com a Directiva INSPIRE, o SNIG está ligado a uma infraestrutura europeia de dados espaciais que facilita a tomada de decisão sobre políticas ambientais comunitárias e outras políticas ou actividades que podem ter impacto no ambiente.
       

 

promotor

financiamento

parceiros dadores

parceiro nacional

operador programa

entidades participantes